Bosque da Fama 2013

Aconteceu no último dia 9  o 5º Bosque da Fama.

Numa iniciativa do Panathlon de São Paulo com o apoio da Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação da Cidade de São Paulo, esse evento ajuda a eternizar a história de nosso Estado, fortalecendo o vínculo entre Esporte e consciência Ecológica.

Provavelmente, nunca foram homenageados em um único espaço tantos nomes, tantos títulos, tantos símbolos da história de nosso esporte.

Esta iniciativa visa resgatar a nossa memória esportiva.

A opção de homenagear cada campeão com uma árvore nativa do Brasil é uma demonstração de patriotismo ecológico, mostrando para os futuros visitantes, grupos compostos por esportistas, turistas e escolares, duas de nossas riquezas: o esporte e a natureza silvestre, composta de belas árvores, algumas desconhecidas e que mereciam ser tão notáveis quanto nossos campeões.

Esse é o quinto ano em que esta solenidade é realizada. Se somarmos as árvores que forma plantadas neste ano com as das cerimônias anteriores, já temos um bosque plenamente configurado, que se tornará cada vez mais frondoso a cada ano, transformando-se  em um autêntico parque temático.

Este adensamento fez com que as atividades relativas ao Bosque da Fama não se circunscreveram exclusividade a uma solenidade anual de incorporação de novos homenageados. Em 2013, já podemos destacar planos para efetuar outras iniciativas, como a impressão de um portfólio incluindo a biografia completa dos ícones do esporte que estão representados por uma árvore. Haverá também a formação de guias que monitorarão cada uma dessas visitas, explanando não só quem foi cada um dos homenageados, mas também os princípios que norteiam o esporte ético, dando um maior espaço na escala de valores dos esportistas do futuro da importância do Fair Play e do Jogo Limpo.

Foram convidados ao palco o Secretário de Esportes, Lazer e recreação da Cidade de São Paulo, Celso do Carmo Jatene, o Presidente do Panathlon Club São Paulo, Aristides Almeida Rocha, o Prof. Henrique Nicolini, Membro de Honra do Panathlon Internacional, Cesar Roberto Leão Granieri (representando a presidência do Comitê Olímpico Brasileiro), onde após as boas vindas do Presidente Aristides, todos foram convidados a ouvir e cantar o Hino Nacional Brasileiro e o Hino do Panathlon, executados pela Banda Musical da Polícia Militar.

Em seguida as árvores foram plantadas pelos homenageados e pelos representantes dos homenageados “in memoriam”.

Após os agradecimentos dos homenageados, foi feita a foto oficial com todos (inclusive os homenageados de outros anos).

São Pedro nos brindou com uma maravilhosa manhã ensolarada e assim nos despedimos, marcando um encontro para o próximo ano.

Veja as fotos…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os homenageados desse ano:

DANIEL FARIAS DIAS – Natação paraolímpica

4 medalhas de ouro nos Jogos Paraolímpicos de Pequim, 2008

6 medalhas de ouro nos Jogos Paraolímpicos de Londres, 2012

4 medalhas de prata nos Jogos Paraolímpicos de Pequim, 2008

Medalha de bronze nos Jogos Paraolímpicos de Pequim, 2008

Recordista mundial: 50 m livre; 100 m livre; 200 m livre, 100 m costa; 50 m borboleta; 200 m medley; rev. 4 x 50 m medley

16 medalhas de ouro em Campeonatos Mundiais; Durban, África do Sul (2006); Eindhoven, Holanda (2010); Montreal, Canadá (2013)

Espécie nativa: CAROBA

ROGÉRIO SAMPAIO CARDOSO – Judô

Medalha de ouro nos Jogos Olímpicos – categoria meio leve (Barcelona, Espanha), 1992

Medalha de bronze Campeonato Mundial Universitário de Judô – categoria leve (Alemanha), 1994

Técnico da Seleção Brasileira Feminina na Universíade (Pequim, China), 2001

Espécie Nativa: TINGUI PRETO

HELEN CRISTINA SANTOS LUZ – Basquete

Campeã mundial, medalha de ouro, Austrália, 1994

Medalha de bronze, Jogos Olímpicos, Sidney , Austrália, 2000

Campeã da Copa América: 1997, 2001, 2003, 2009

Hepta Campeã Sul Americana: 1991, 1993, 1997, 2005, 2006 e 2010

Disputou quatro Jogos Olímpicos

Espécie nativa: AUDRAGO

MIGUEL DE OLIVEIRA – Boxe

Campeão mundial (categoria meio-médio-ligeiro) (Mônaco, 1975)

Medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos (Winnipeg, Canadá, 1967)

Campeão Brasileiro (1970)

Campeão do Torneio Forja dos Campeões (Jornal Gazeta Esportiva, 1974)

Espécie nativa: CABREÚVA

Homenageados “in memoriam”:

ÍCARO DE CASTRO MELLO – Atletismo

Um dos maiores arquitetos do Brasil

Projetou o Conjunto do Ibirapuera, o Conjunto da Água Branca, o Conjunto Esportivo da Cidade Universitária e o Estado Mané Garrincha

Campeão e recordista sul-americano de salto em altura, entre 1932 e 1938

Espécie nativa: CEREJA DO RIO GRANDE

JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS –  Dirigente Esportivo

Membro do Comitê Olímpico Internacional (COI) entre 1923 e 1962

Criou o Comitê Olímpico Brasileiro, separando-o da CBD (Confederação Brasileira de Desportos), em 1935

Presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, de 1950 a 1962

Membro nato do COB e representante deste órgão no COI

Espécie nativa: JACARANDÁ MIMOSO

GYLMAR DOS SANTOS NEVES – Futebol (goleiro)

Campeão Mundial (Seleção Brasileira), Suécia (1958) e Chile (1962)

Campeão Mundial Interclubes (Santos FC), 1962 e 1963

Campeão Taça Libertadores da América (Santos FC), 1962 e 1963

Campeão da Recopa Mundial (Santos FC), 1968

Campeão da Recopa Sul-americana (Santos FC), 1968

Espécie nativa: GOIABEIRA

Até 2014!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s